ESTUDO 562 – SERMÃO N° 22 – 12.08.2019 | Tema: “O Deus das Revisões”
12 de agosto de 2019
ESTUDO 564 – SERMÃO N° 24 – 26.08.2019 | Tema: “A Benção do Humilhar-se em Deus”
23 de agosto de 2019
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

Texto Biblico: II Pedro 3.17-18; Efésios 4:14-15; Filipenses 2:12

Quebra-gelo: O que significaria para um pai se depois de alguns anos passados, ele não perceber nenhum crescimento na vida do seu filho?

Introdução: A segunda carta de Pedro, além de nos desafiar a rever muitos valores de Deus para nós é também um chamado a intimidade. Nesse chamado está o desejo de Deus para nós, Deus deseja o nosso crescimento. Embora isso pareça muito simples, percebemos que a maioria das pessoas não cresce, envelhecem, mas não crescem; se tornam prisioneiras de suas próprias idéias e agem como crianças, se perdem em detalhes que revelam muita imaturidade. O alvo de Deus é a estatura de Cristo, isto é, nos tornar parecidos com Cristo. Os textos lidos nos desafiam a crescer, vejamos:

1).  Precisamos escolher crescer. (Ef. 4.14-15 e II Pedro 3.17-18) – Os dois textos citados nos colocam diante de possibilidades, crescer ou não crescer. Avançar ou permanecer como estamos.Preste muita atenção, não estamos falando de envelhecer, nem tampouco estamos falando em adquirir conhecimento, cremos que isso acontecerá naturalmente, crescer é tornar-se cada vez mais parecido com o Senhor Jesus, não na aparência, mas no caráter, procurar agir como Ele agiu e nos deu exemplo. Muitos envelhecem, mas nunca amadurecem. O envelhecimento é natural, mas o crescer na vida cristã é uma questão de escolha. Você quer crescer?  Temos que tomar essa decisão.

2). Precisamos nos comprometer com o crescimento. (Filipenses 2.12) – Com o que você está comprometido hoje? O que ocupa seu tempo, mente e coração? Quais as suas preocupações? Essas são algumas perguntas que nos ajudam a perceber com o que estamos comprometidos. Muitos julgam estar comprometidos com Deus e Sua vontade, mas na verdade só estão comprometidos consigo mesmo.  Crescimento espiritual não é algo automático, exige esforço, renúncia de algumas coisas e persistência. Se quisermos crescer espiritualmente temos que ter um compromisso com esse crescimento, Paulo nos desafia a desenvolver nossa salvação seguindo o modelo que é Cristo. Ele afirma que Jesus foi obediente, ou seja, levou a sério tudo o que o Pai ensinou.

3).– O compromisso com o crescimento determinará se seremos semelhantes a Jesus Cristo (Romanos 8.29). O projeto de Deus para nós é a “estatura” de Jesus. Muitos têm medo de se comprometer, adiam o compromisso com Jesus e ficam vagando de um lugar para o outro usufruindo as “migalhas que caem da mesa” do Senhor. Se quiser o melhor de Deus deve mudar sua atitude, deixar alguns hábitos antigos (o que te impede de crescer) e adquirir novos hábitos (o que te possibilita crescer), como buscar a Deus em oração e estudar a Bíblia. Isso é fácil? Não. É necessário compromisso se quisermos o melhor de Deus.

Conclusão: Amado(a), Deus deseja o seu crescimento É preciso escolher. A sua escolha terá conseqüências eternas e trarão muitas bênçãos para você e para aqueles que estão próximos de você, por isso escolha sabiamente, escolha o melhor de Deus.. Levante a sua mão e vamos orar.

Os comentários estão encerrados.