SERMÃO N° 17 – 27.04.2020 | Tema: “Deus tem Promessas Pra Você”
23 de abril de 2020
SERMÃO N° 19 – 11.05.2020 | Tema: “Colocando a Casa em Ordem”
7 de maio de 2020
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

SERMÃO N° 18 – 04.05.2020 | Tema: “Tempo de Restituição”

Textos Bíblico: Joel 1.3-4 e 17-18; Joel 2.23-27

Quebra-gelo: Você já teve um período difícil que passou?

Introdução: A vida é cheia de situações desagradáveis, e, normalmente, elas chegam sem se anunciarem. É uma enfermidade, um covid 19, um acidente, um problema financeiro, uma crise familiar, um desânimo para continuar em frente, um desacordo no relacionamento, etc. Israel passou por uma situação desagradável. Uma nuvem de gafanhotos atacou as plantações e os pastos de Israel destruindo praticamente tudo. Em virtude disso, o povo precisou enfrentar uma escassez de alimento e os rebanhos também não tinham o que comer (Joel 1.3-4 e 17-18). O povo ficou sem saber o que fazer. O que fazer numa situação assim?

1)- Devemos fazer o caminho de volta para o Senhor. (Joel 2.12-13 …convertei-vos a mim de todo o vosso coração). – É interessante pensar que essa recomendação é feita para um povo que proclamava o nome do Senhor, porém não passavam de declarações sem vida. Deus olha a condição do povo e o convida para que voltassem para Ele de todo o coração. “Conversão” significa mudar o rumo da vida, se caminhávamos ou estamos caminhando numa direção que não era ou é a que Deus tem pra nós, precisamos mudar de direção, isso é converter-se e caminhar na direção que Deus quer. Devemos fazer isso de coração, com sinceridade e verdade.
Avalie sua vida, você acha que tem caminhado na direção que Deus quer? Se não, mude de rumo, converta-se, volte-se para Deus com arrependimentos.

2) – Precisamos de arrependimento – A conversão é resultado do reconhecimento que trilhamos por caminhos que não são de Deus. Normalmente é mais fácil perceber o erro dos outros e julgá-los do que perceber os nossos próprios erros. Precisamos da ação do Espírito Santo agindo em nossos corações e produzindo em nós a convicção de pecado (João 16.8). Convencidos, devemos com muita humildade confessar nossos pecados e erros ao Senhor. – A Bíblia nos ensina a nos humilharmos na presença de Deus (Tiago 4.10). Muitos acham que Deus tem a obrigação de resolver seus problemas e crises, na verdade Deus já fez tudo e nos chama para perto dEle para que possamos ser abençoados. Temos dificuldades para admitir que nós estragamos nossas vidas por causa das escolhas que fazemos, dos valores que adotamos e atitudes erradas que praticamos. Admita isso, confesse a Deus os erros que você cometeu contra Ele e se arrependa sinceramente. Pare de tentar responsabilizar Deus pelos seus erros.

3) – A restituição começa com acertos de prioridades – Precisamos aprender a confiar em Deus. – Sempre que pensamos em restituição o primeiro pensamento tem a ver com o material, é claro que Deus quer nos suprir materialmente também, o texto de Joel fala sobre isso também, mas percebemos que a primeira ação tem a ver com o acerto das prioridades. Todas as vezes que Israel se arrependeu humildemente e confiou em Deus, não para que Ele fizesse o que Israel queria, mas para que Deus fizesse aquilo que Ele achava melhor, tudo foi transformado.
Entregue tua vida a Deus, confie Nele e o deixe fazer o que Ele entende que é o melhor. Israel fez isso e experimentou tempos de restituição. E você?
Conclusão: Deixe o Senhor acertar as suas prioridades e com certeza você descobrirá a alegria e a beleza de viver com Deus. Você quer isso? Quer experimentar a restituição em Jesus Cristo? Levante a mão, vamos orar.

Os comentários estão encerrados.