SERMÃO N° 27 – 06.07.2020 | Tema: Evitando o Naufrágio (O que nos leva a afundar?)
2 de julho de 2020
SERMÃO N° 29 – 20.07.2020 | Tema: “Frio ou Quente: O Que Deus Deseja Pra Você?”
16 de julho de 2020
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

Texto Biblico: Tiago 4.13-17; Tiago 5.7-11

Quebra-gelo: Você já se frustrou em algo que sonhou construir? Quem foi o culpado dessa frustração?

Introdução: No mês de março de 2020 fomos surpreendidos com uma crise que provou a fragilidade de nossos planos. Quando voltamos o nosso coração para a palavra de Deus percebemos que o Senhor nos chama para caminhar em confiança a Ele. O texto de Tiago é um código de conduta cristã que nos auxilia a caminhar na dependência de Deus. Tiago procura demonstrar de forma bem simples as inclinações do nosso coração e o resultado quando fazemos dos nossos corações a fonte das nossas decições. Ele expõe os nossos sentimentos e nos mostra o poder que os nossos sentimentos tem de nos levar ao erro, trazendo prejuízos para todas as coisas e ao mesmo tempo nos mostra os benefícios de se caminhar na direção de Deus. A ignorância não nos livra das consequências. Nessas duas pequenas porções da Bíblia aprendemos algumas coisas importantes, vejamos:

1). O coração faz muitos planos – (v. 13) – “Ei você que diz: hoje ou amanhã…, preste atenção”. Precisamos ter essa clareza, o nosso coração faz planos o tempo inteiro e normalmente não paramos para refletir nas consequências dos planos que o nosso coração desenvolve. Na primeira luta que aparece; no primeiro conflito que surge; na primeira possibilidade, o coração busca o seu lugar ao sol. Não é assim que acontece? Você já ouviu falar um ditado: “um segundo de bobeira”, quando é que se diz isso? Precisamos buscar ao Senhor e construir nEle.

2). Precisamos de Deus e do Fruto do Espírito Santo em nós – (Tg 4.15, 5.7-11) – A maioria dos planos e das preocupações que ocupam os nossos corações jamais virão a acontecer. Algumas delas são apenas frutos das nossas emoções, outras podem até ser malignas, por isso precisamos de Deus e dos frutos do Espírito Santo agindo em nossas vidas. No capítulo 5.7-11 somos desafiados a perseverar nas orientações de Deus, é como se ele dissesse: se a semente de Deus foi lançada então cuide dela com as ferramentas que Deus dá, (v.8) paciência, fortalecer o coração em Deus e alimentar-se com a certeza que a vinda está próxima. Jó lutou com essas armas, qual foi o resultado? Quer desfrutar o que Deus tem pra você? Quais os caminhos que Ele te oferece?

3). A ignorância que gera morte – (4.17 – “Aquele que sabe o bem que deve fazer e não o faz nisso está pecando”).  Qual o resultado do pecado? Quando Jesus veio a esse mundo deixou bem claro quem Ele era e se apresentou apontando o caminho para que pudéssemos viver uma vida abençoada e abençoadora. “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai se não for por mim” (João 14.6), “Eu Sou a Porta, todo aquele que entrar por mim, salvar-se-á”…(João 10.9), agora eu gostaria que você olhasse para essas palavras de Jesus não apenas como uma promessa futura, mas como uma realidade presente. Qualquer ação, palavra, que não esteja de acordo com a proposta feita por Ele não produzirá vida, a negligência ou o não conhecimento do que Ele propõe não me livra das consequências. Precisamos voltar para Deus com todo o nosso coração, alma e propósitos (Atos 3.19-20) para desfrutarmos do refrigério que vem somente pela presença do Senhor.

Conclusão:Amados(as), Jesus escancarou as portas do coração de Deus para nós, levou sobre Ele todas as nossas dores e o desejo dEle é que possamos viver uma vida segundo o coração dEle e para a glória dEle. Você quer isso? Então levante uma de suas mãos e vamos orar.

Os comentários estão encerrados.