SERMÃO N° 33 – 17.08.2020 | Tema: Pedindo o Espírito Santo
13 de agosto de 2020
SERMÃO N° 35 – 31.08.2020 | Tema: A Ovelha Perdida
27 de agosto de 2020
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

Textos Bíblicos: João 14.15-31 – Efésios 4.30-31

Quebra Gelo: Se você pudesse definir a herança de seu filho(a) o que gostaria de deixar como legado para ele (a)?

Introdução: Não tenho dúvidas de que a nossa maior luta é não atentarmos adequadamente a voz do Senhor. E isso vale para todos, do menor ao maior (Isaias 24.2). É interessante que ao falar sobre a promessa do Espírito Santo, Jesus inicia com uma exortação sobre a necessidade de ouvirmos o Pai e associa a capacidade de ouvirmos ao sentimento que precisamos ter, “…se me amais, me ouvireis…” Ele inicia com essa exortação, no meio da mensagem Ele reforça e durante a mensagem retoma várias vezes.  Você me ama? Aprenda a me ouvir. Se aprendermos a ouvir, algumas coisas que são herança serão experimentadas intensamente por nós. E recebereis…

  1. Recebereis companhia. Nunca estaremos sozinhos (v 16-18). O que Deus deseja dar para você, o mundo não pode dar, porque ele não pode receber. O Espírito da Verdade, o Espírito Santo, o Consolador, só aquele que se rende ao Senhor em amor e fé, pode receber. O mundo pode te dar muitas coisas e te fazer um solitário, um ser vazio, com muitas coisas. Na presença do Senhor eu nunca estarei só (Hebreus 12.1-3).
  • Recebereis vida (v.19-21) – “Porque eu vivo, vós também vivereis”. Todos os nossos projetos  tem em si a pretensão de gerar vida, de produzir vida. No entanto, Jesus afirma que só há uma fonte de vida, Ele. Todas as demais coisas, por mais bem intencionadas que sejam podem trazer algumas manifestações positivas e até abençoadas, menos vida, porque a vida verdadeira, só Jesus pode dar. Você recebe vida aqui, agora e receberá na eternidade.
  • Recebereis instrução, manifestação e cuidado (v.21-26) “…me manifestarei…”, “…viremos para ele e nele faremos morada…”, “…vos ensinará…”, “…vos fará lembrar das minhas palavras”.  Jesus afirmou que aquele que o ama e o ouve recebe instrução. Ele não nos deixa perdidos no meio das tribulações e conflitos que o mundo oferece. Ele nos instrui e nos supre. Aquele que o ama e o ouve recebe instrução, recebe manifestação e recebe cuidado. Às vezes estamos tentando resolver os conflitos para depois ser fiel.
  • Recebereis paz (v.27) “… a minha paz vos dou, não vo-la dou como o mundo dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize…” Filipenses 4.7 “E a paz de Deus, que excede o entendimento humano, guardará os vossos corações e as vossas mentes em Cristo…”. Não como o mundo a dá… Em outras palavras, Jesus está afirmando que o mundo também oferece paz, porém a paz que o mundo oferece não traz segurança. Se me ama e me ouves, não tenhais medo, você receberá paz que guarda a mente e o coração.

Conclusão: Há muitas famílias sem paz, porque Deus não tem sido ouvido. Há falta de paz nas igrejas, porque Deus não tem sido ouvido. Há falta de paz nos relacionamentos porque Deus não tem sido ouvido. Há falta de paz na cidade, porque Deus não tem sido ouvido. Efésios 4.30-31 nos encorajam a não entristecermos o Espírito Santo, no qual fomos selados para o dia da redenção e nos exorta a tirar de nosso meio, toda amargura, e ira, e cólera, e gritarias, e blasfêmias e toda malícia. Você tem dado ouvidos ao Senhor, tem inclinado os seus ouvidos para ouví-lo. Se não, hoje você tem a maior e mais rica oportunidade de toda a sua vida. Vamos orar.

Os comentários estão encerrados.