SERMÃO N° 06 – 08.02.2021 | Tema: “O Poder da Palavra”. (Parte 1)
9 de fevereiro de 2021
SERMÃO N° 08 – 22.02.2021 | Tema: “Fazendo de Deus o Nosso Tesouro”.
18 de fevereiro de 2021
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

SERMÃO N° 07 – 15.02.2021 | Tema: “O Poder da Palavra”. (Parte 2)

Texto Bíblico: Provérbios 18.21

Quebra gelo: Palavras curam e Palavras destroem, o que você acha disso?

Só relembrando, na semana passado falamos que Vida e Morte estão presentes em nossas palavras, como afirma o texto de provérbios. Então precisamos discernir e vigiar para que as palavras que saiam de nossos lábios sejam bençãos nas mãos do Senhor e na vida das pessoas, portanto gostaríamos de refletir sobre mais alguns desafios propostos para a nossa caminhada com Deus. Precisamos:

  1. Buscar discernimento sobre o significado real do poder das palavras – Lembre-se: A língua pode causar morte e destruição.
    Pv. 12:18 “Alguém há cuja tagarelice é como pontas de espada…”; Pv. 12:19b diz: “… a língua mentirosa, prevalece por um momento.”; Pv. 15:4b diz: “a língua perversa esmaga o espírito”. Há poder em suas palavras, podem construir e podem destruir. O livro de Atos capítulo 5 nos relatam a história de Ananias e Safira que mentiram ao Espírito Santo e morreram. Veja bem, a ação foi contra os apóstolos, porém a mentira não foi aos apóstolos, eles mentiram ao Espírito Santo.
    Em 2 Reis 4, vemos Geazi jogando fora a unção que Deus tinha preparado para ele ao mentir para Naamã. Cuidado com a sua língua: Tiago diz: “Ora, a língua é fogo”
  2. O que devo fazer? Precisamos buscar de Deus a sabedoria para usar instrumento tão poderoso como as palavras. Salmo 19: 14 “As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu!” É como se o salmista dissesse: Que ao abrir meus lábios, saiam bênçãos. Que as minhas palavras sejam para edificação. Se não tem nada para edificar que eu me cale. Efésios 4.29 nos encoraja dizendo: “Não saia de vossa boca nenhuma palavra torpe, a não aquelas que transmitam graça para aqueles que a ouvem”.
    Do mesmo jeito que existem tristes histórias como resultados de palavras duras. Também existem muitas histórias de sucesso que vieram pelo incentivo de lábios curados que abençoam.
    Abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis.” (Romanos 12:14)
  3. Usar os lábios para tomar posse – Romanos 10:9 Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Quando abrimos os lábios acontece um mover no mundo espiritual. Em Filipenses 3:10 Paulo declara o seguinte “… para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte…” Paulo ora para que conheçamos o poder que esta declaração da ressurreição faz. Em Romanos 4:17b nos esclarece que Abraão caminhou crendo “…no Deus que vivifica os mortos e chama à existência as coisas que não existem…” Nossas palavras precisam ser palavras de ressurreição.
    Conclusão: A nossa língua pode roubar a nossa alegria ou nos ajudar a tomar posse de uma vida abundante. Faça a escolha certa. Jesus nos ensina o caminho em Marcos.11:23b, “se alguém disser a este monte; …mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito.”
    Profetize agora bênçãos sobre você, sua família, seus negócios, seu chefe, seus inimigos, sobre sua cidade, sua igreja, seu pastor, seu ministério, etc.
    Use seus lábios para serem canal de bênçãos e a bênção virá de forma abundante.

Os comentários estão encerrados.