ESTUDO 568 – SERMÃO N° 28 – 23.09.2019 | Tema: “Vivendo de Forma Abençoada – Parte 3”
19 de setembro de 2019
ESTUDO 570 – SERMÃO N° 30 – 07.10.2019 | Tema: “Tudo é Possível para Deus”
3 de outubro de 2019
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

Texto Bíblico: Tiago 1.6 e Tiago 5.15

Quebra-gelo: Você já teve a sensação que suas orações não são ouvidas?

Introdução: O desejo de Deus para nós é que vivamos de forma abençoada e para vivermos de forma abençoada precisamos desenvolver uma vida de oração. É comum ouvirmos pessoas afirmarem: “Deus não ouve as minhas orações?” Se este pensamento ocupar o seu coração perde-se a motivação ou a razão para se desenvolver uma vida de oração. Tiago nos afirma que um dos pré-requisitos para Deus ouvir a minha oração é a fé. “Peça, porém com fé, crendo e não duvidando”. Pedir com fé é um desafio proposto por Deus para que possamos escutá-lo, ouví-lo, percebendo as orientações que brotam do coração do Pai em relação ao nosso clamor, Deus tem não só a resposta, mas a direção para a sua batalha. O nosso desafio aqui é buscar desenvolver uma vida de oração que prevalece. E quando é que uma oração prevalece:

1). Quando cremos na promessa (I Reis 18.41-46). – Veja o caso de Elias, Deus havia dado a ele a promessa da chuva e crendo na promessa, começa a orar por chuva e um grande movimento em torno de seu clamor começa a existir. Ele não se dá por vencido até que a chuva prometida foi derramada. Elias creu na promessa e em quem havia feito a promessa. Em Lucas 1.37 Deus fala a Maria afirmando que para Ele nada é impossível em todas as suas promessas.

2).- Quando perseveramos (Daniel 10.2-3). – O exemplo de Daniel é interessantíssimo para nós. Ele orou e entrou num período de consagração até que a resposta viesse. Na sua perseverança o Senhor revelou a ele que a oração havia sido respondida no primeiro momento, porém uma batalha fora travada na tentativa de impedí-lo de receber a resposta. A benção aqui é que Deus nos faz perceber o resultado concreto de uma oração perseverante. Muitos desistem no meio do caminho. Seja perseverante você também.

3).– Quando cremos na abundância de recursos do Senhor. (Marcos 7.24-30) – A mulher siro-fenícia acreditava que o poder do Senhor se manifestaria de uma forma extraordinária através de Jesus, que todas as barreiras culturais, as do seu próprio coração, quanto do coração daqueles que tentavam impedi-la de se aproximar seriam quebradas, e uma “migalha” desse poder já seria suficiente para mudar tudo.

4).-Quando não nos prendemos às circunstâncias. (Isaías 54.7-8) – Muitas vezes as circunstâncias nos levam a crer que o Senhor nos abandonou e que Ele nem esta aí conosco. Precisamos entender que não existe abandono, existe tratamento. O desafio para nós é olharmos para Ele apesar das circunstâncias, (Isaías 55.9) os caminhos dEle são mais elevados e os pensamentos mais altos que os nossos.

Conclusão: Queremos viver de forma abençoada? Precisamos caminhar em intimidade com Ele e desenvolver uma vida de oração. O único desejo de Deus é te abençoar. Ore e persevere. Temos uma escolha para fazer. Você quer? Levante a sua mão e vamos orar.

Os comentários estão encerrados.