SERMÃO N° 19 – 10.05.2021 | Tema: “Promessas Que Nos Enchem de Autoridade”.
7 de maio de 2021
SERMÃO N° 21 – 24.05.2021 | Tema: “A Experiência do Coração Aquecido”.
21 de maio de 2021
Exibir tudo

IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

SERMÃO N° 20 – 17.05.2021 | Tema: “Autoridade para Viver os Propósitos de Deus”.

Texto Bíblico: Atos 2.42-47

Quebra-gelo: Jesus disse em João 14.6: “Eu Sou o Caminho a Verdade e a Vida”, como você entende isso?

Introdução: O texto de Atos que acabamos de ler nos apresentam um nível de vida extremamente profundo e impactante. Era um testemunho muito forte da presença do Senhor entre eles, não só pelos muitos sinais, prodígios e maravilhas que aconteciam, mas também pela forma em que eles viviam a sua fé. O versículo 47 afirma que um grande impacto era gerado nas pessoas e muitos iam sendo acrescentados pelo Senhor. É importante lembrar que tudo era muito novo, a igreja estava ainda em formação, como então chegaram a esse nível de vivência e autoridade? Vamos ver algumas coisas importantes aqui:

1) Perseverança – (v. 42) – Antes de pensarmos em perseverança, precisamos responder uma pergunta muito simples aqui: cremos que verdadeiramente o Senhor tem o melhor para as nossas vidas? Creio eu que os discípulos tinham isso muito bem resolvido na mente e no coração, por isso não abriam mão daquilo que os aproximariam dos propósitos eternos de Deus, veja: Eles perseveravam nos ensinos dos apóstolos, eles perseveravam na comunhão, eles perseveravam no partir do pão e eles perseveravam nas orações. Eles tinham clareza que quanto mais do Senhor eles tivessem, mais eles poderiam aproveitar da vida que o Senhor oferecia. Você consegue crer que o Senhor verdadeiramente tem o melhor para a sua vida? Como está a sua perseverança?

2) Temor ao Senhor (v. 43) – Eles tinham clareza do que Jesus havia realizado por suas vidas, portanto o coração deles foi tomado de um temor tão grande que os impedia de viver uma vida com Deus sem profundidade. O encontro com o Senhor nos leva a experimentar a realidade de quem somos e quem é o Senhor. Descobrimos a intensidade do seu amor e misericórdia e o que mereceríamos se não fosse o seu amor. “Em cada alma havia temor”, tente imaginar como era a forma de tratamento entre eles, tornaram-se abençoadores ao extremo. Deus fazia grandes coisas na vida e por intermédio da vida deles.

3) Prioridade certa – (v. 44-46) – Diariamente perseveravam, esse é sem sombra de dúvidas o nosso maior desafio, manter o foco. Todos nós vivemos uma vida muito sobrecarregada de atividades e acabamos nessa correria permitindo que as prioridades sejam trocadas, no entanto, se queremos ter autoridade para viver os propósitos de Deus, precisamos começar ajustando as nossas prioridades.

4) Ser guiados pelo Espírito Santo – (v. 42-47) – O conjunto dos versículos 42 a 47 revelam para nós um grupo de pessoas que buscaram e se deixaram ser guiados pelo Espírito Santo de Deus e em função disso eles puderam viver coisas extraordinárias na presença do Senhor, como também serem instrumentos para realizarem coisas extraordinárias para o Senhor. Prodígios, sinais, liberalidade e generosidade (entenderam que tudo o que Deus lhes concedia tinha um propósito). O Espírito Santo é quem nos dá autoridade para viver os propósitos de Deus na face da terra e isso em qualquer situação ou ambiente.

Conclusão: Quer autoridade para viver os propósitos de Deus? Se consagre para ser cheio do Espírito Santo e o próprio Senhor te encherá com um espírito perseverante, te encherá de temor ao Senhor, acertará as tuas prioridades e te conduzirá pelo poder e autoridade do Espírito Santo.

Os comentários estão encerrados.