Discipulado

Download Estudo 542.docx

Download Estudo 542.pdf

 IGREJA METODISTA CENTRAL DE MARINGÁ

Tema: É Tempo de Milagres (parte I)

24/03/2019 até 30/03/2019

   

Quebra-gelo: Que milagre gostaria de ver realizado em sua vida?

Textos: I Reis 18.41-45

 

Introdução: Milagre é uma intervenção sobrenatural de Deus na vida de alguém trazendo benção, transformação, libertação e mudanças. A Bíblia está cheia de relatos de milagres; curas, aparições, libertações, o sol parando, o mar se abrindo, o andar sobre águas, machado flutuando, etc.

O Texto de I Reis 18.41-46 nos apresenta um milagre; após três anos e meio de seca, Elias ora e chove. Em Tiago 5.17-18 encontramos um lembrete significativo de Deus a respeito de Elias afirmando que ele era homem sujeito as mesmas paixões que nós.

Muitas vezes nós precisamos de uma intervenção sobrenatural de Deus em nossas vidas, precisamos de um milagre (nem que seja só para tornar a verdade clara, como aconteceu com Paulo na sua conversão que está escrita em Atos 9). Porém, se queremos que os milagres de Deus se tornem possíveis em noss tempo e em nossas vidas, precisamos:

1) - Acreditar (crer) (v. 41) - Elias ouviu o som de abundante chuva sem ter nuvem no céu. O que Elias ouviu foi o eco da Palavra de Deus em seu coração. Ele ainda não via nada, mas pela fé, já ouvia o som da chuva. Hebreus 11.6 nos fala que é necessário crer que Deus é galardoador daqueles que o buscam. Precisamos crer para começar a ouvir o som das promessas de Deus, o som dos milagres chegando.

 

2) Buscar a Deus (v.42) - Elias sobe ao Monte Carmelo para buscar a Deus. Subir ao monte é uma frase significativa, na verdade é um desafio de Deus, se temos a promessa e cremos que ela se cumprirá, devemos manter o foco, precisamos buscar a Deus para que o milagre se torne realidade.

 

3) Perseverança (v.43-44) - Elias busca a Deus até a nuvem aparecer. Seu moço sobe ao topo do monte sete vezes sem desfalecer. Muitas vezes começamos a buscar ao Senhor, mas desistimos (por vários motivos), e assim perdemos a benção, perdemos de ver o milagre se concretizando. Precisamos buscar até que a promessa se torne realidade, até que a seca acabe e a chuva abundante aconteça. Precisamos buscar até que o milagre prometido aconteça e continuar buscando depois para desfrutar desse milagre.

Conclusão: Apesar de Deus não fazer acepção de pessoas (não ter filhos prediletos) e das promessas serem para os que crêem, muitos não vivem o milagre, por quê? Talvez o segredo esteja na perseverança. Milagre tem um preço, os homens não precisam vê-lo pagando o preço, mas é necessário perseverança. Deus realizará o milagre quando você crer, buscá-lo e perseverar até que aconteça (Salmo 57.1-3). Você deseja ver os milagres de Deus na sua vida? Levante a mão e vamos orar.

 

Pr Eduardo Villas Boas.

       

Download Estudo 541.docx

Download Estudo 541.pdf

Desânimo: Um inimigo a ser vencido

17/03/2019 até 23/03/2019

    Quebra-gelo: Como você lida com o desanimo? Texto Bíblico: Josué 1.1-6,9 Introdução Situações desanimadoras são uma realidade na vida de todo ser humano. Em algum momento da vida, seremos tentados a ceder ao desânimo,Nessas horas precisamos olhar para a palavra de Deus, para nos fortalecermos com o que ela nos diz. Olhando para esse texto encontramos motivos de sobra para não sermos vencidos pelo desânimo. Refletindo sobre esse texto podemos aprender algumas verdades:  
  1. O plano de Deus há de se cumprir independente das circunstâncias (V.2, 3)
Moisés, o grande líder, havia morrido. O povo tinha motivos para humanamente se desanimar, pois perderam seu referencial, um homem que estava constantemente na presença do Senhor, sendo usado poderosamente por ele e sequer sabiam quem o sucederia. Josué foi escolhido por Deus para ser o sucessor de Moisés. Imaginem o que se passou pela cabeça dele?! Ele ficou sem seu lídere agora deveria suceder aquele homem a quem ele admirava! Mas, apesar da situação (morte de Moisés) o plano de Deus não morreu.E se o plano de Deus permanece, então deve-se manter o foco e prosseguir. Pois isso o Senhor chama Josué com essa poderosa palavra de encorajamento.  
  1. Deus é conosco assim como foi com seus servos no passado (V.5)
  Assim como o Senhor foi com Moisés assim seria também com Josué. Assim como o Senhor, foi com Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Josué, e muitos outros, assim ele é com o povo dele (nós) hoje também! E isso não é por um dia ou dois. É por todos os dias da nossa vida! Ninguém nem nadapoderá ser empecilho para que o propósito do Todo-Poderoso em nossa vida se cumpra, pois é ele mesmo quem executa e não há quem possa impedir à Deus. Podem até surgir obstáculos, mas o próprio Senhor cuidará que sejam superados, O Senhor não abandoa os seus.  Ele promete a Josué que em nenhum momento ele o deixará na mão.
  1. Não se deixar desanimar (V.6,9)
Deus manda Josué não desanimar. Ele diz para: se esforçar e ter bom ânimo(Algumas traduções podem dizer: “Sê forte e corajoso”, mas o sentido é o mesmo não se deixar desanimar pelas circunstâncias).  Ou seja, não desanime!   Devemos aprender:
  • Não temer: O medo é nosso inimigo. Quando damos lugar ao medo, fraquejamos na fé.
  • Não se espantar: Espanto é quando ficamos impressionados com algo. Não devemos nos impressionar com o tamanho das dificuldades, mas nos tranqüilizar com a certeza que Deus está no controle de tudo.
  • Confiar plenamente em Deus: Quando Deus diz a Josué: ” Não te mandei eu? ” Ele está dizendo, confie em minha palavra, eu estarei com você por onde você for! Quando confiamos em Deus plenamente, nosso foco são suas promessas e não as aparentes ameaças.
  Conclusão Se entregar ao desanimo não ajuda em nada, somente atrapalha. Quanto menos animo, menos ação e mais atraso. Deus diz a Josué, que para que ele chegue ao objetivo, deve ter bom animo e se esforçar. Como nós temos enfrentado os desafios da vida? Como temos lidado com obstáculos? Vamos apresentar diante do Senhor tudo aquilo que pode estar nos causando desânimo e pedir que ele nos ajude a mudar de postura.: “Não olhemos para o tamanho do obstáculo, mas para a grandeza de nosso Deus! Pr. Francisco Belvedere Neto

Download Estudo 540.docx

Download Estudo 540.pdf

540 - Jesus Cristo é tudo em nossa vida!

08/03/2019 até 14/03/2019

Quebra-Gelo: Você já sentiu ou sente falta de algo em sua vida? Texto Bíblico: João 6.32-35 Introdução Nessa passagem, o Senhor Jesus nos fala sobre sustento e suficiência. Jesus usou como exemplo, a provisão de Deus ao povo através do Maná. Os hebreus enquanto estavam no deserto, tinham a necessidade de se alimentar. Deus lhes mandava diariamente o Maná, que é chamado aqui de pão do céu. Jesus em seguida faz uma afirmação sobre as necessidades da alma humana. Ele se apresenta como o “pão de Deus”. Os discípulos sabendo que ele lhes apontava para uma realidade maior, lhe pedem para ter sempre desse pão, não se dando conta que o Senhor falava dele mesmo. Podemos aqui falar em fome no sentido de alimento e sustento, e, da sede, como busca.

1. A presença de Jesus é nosso sustento

Jesus está aqui falando de salvação, mas podemos entender esta fala de Jesus de forma bastante ampla também. Pois fome pode também ser entendida como necessidades e pão como sustento. Quem crê em Jesus tem a presença dele em todas as áreas da nossa vida. Nele encontramos: • Paz (Jo.14.27), • Consolo (Jo.16.33), • Refrigério (Mt.11.28) • Liberdade (Jo.8.36)

2. Cristo mata nossa sede

As pessoas vivem buscando um sentido para a vida. A grande sede da humanidade é a felicidade. Felicidade verdadeira encontramos somente na pessoa de Jesus Cristo! Muitos vivem buscando no que se apegar (dinheiro, prazeres, ilusões). Somente Cristo nos dá vida plena e verdadeira (Jo.10.10). Ao encontrar Jesus, encontramos: • Nosso Salvador: O filho de Deus que deu sua vida por nós (João 3.16) • Mediador: Aquele que intercede por nós diante do Pai. Aquele por meio de quem temo acesso a presença de Deus (Rm.8.34, 1 Tm.2.5, Hb.4.15-16) • Nosso porto seguro: Ele promete estar conosco a cada momento: (Mt.28.20)

3. Tudo isso está disponível para quem crê

Jesus diz, que tudo isso é para aqueles que crêem. Quem realmente crê, ora perseverantemente e espera com paciência, independente de circunstância. Tudo que Deus nos oferece (tanto a salvação quanto suas bênçãos) é pela sua graça. Mas a maneira que essa graça nos alcança é por meio da fé. Fé é confiar plenamente! É como dar um cheque em branco! O Senhor quer que confiemos nele, como uma criança confia que seu pai a segurará nos braços quando precisa de ajuda para descer de um lugar alto! Essa confiança é a fé move a mão do Senhor em nosso favor (Mt.8.13). Quando cremos verdadeiramente, nossa vida passa a desfrutar dessa presença transformadora que sacia nossa alma. Conclusão Independente de onde nós viemos, de quem nós somos ou daquilo que temos nossa maior necessidade só pode ser suprida pela pessoa de Jesus. Como está sua vida? Tem algo que precise ser apresentado ao Senhor em oração? Independente da resposta de Deus, é preciso tem mente que ter Jesus nos basta! Tem alguém que ainda não tomou uma decisão por Cristo? Hoje é dia essa é a hora de abrir seu coração para o Senhor e ser salvo. Vamos orar!

Pr, Francisco Belvedere Neto

Download Estudo 539.docx

Download Estudo 539.pdf

 

539 - Uma questão de Honra!

01/03/2019 até 07/03/2019

 

Quebra-Gelo: Você já se sentiu honrado?

 Texto Bíblico: Marcos 14.1-10

Introdução

Temos aqui uma pessoa que foi honrada por Deus!  Essa mulher teve uma atitude de tanto amor para com Jesus, que ela acabou se tornando uma referência. “Onde quer esse evangelho for pregado essa mulher será lembrada”.  Que coisa linda! Que coisa maravilhosa!  O que precisamos para honrarmos verdadeiramente Senhor?

Se olharmos para essa passagem. Veremos muitos detalhes que envolveu a atitude dessa mulher e que conseguiu tocar o coração do Senhor profundamente. Algo que não foi entendido por aqueles que estavam próximos e que viviam uma religião meramente de aparência.  Inclusive pessoas que seguiam Jesus.  Muitas vezes queremos honrar ao Senhor, mas de formas equivocadas que em nada o honram. Podemos aprender algumas lições importantes:

 

  1. Falsas Honras

 

Muita pessoa tem apenas aparência de piedade (vida com Deus), mas não a possuem. (Mt.15.8) vivem um cristianismo da boca para fora, mas interiormente estão longe do Senhor.

Vemos que teve gente reprovando aquela mulher, alegando que ela deveria ter dado o dinheiro aos pobres. Quem dizia isso era Judas, justamente quem menos honrou a Cristo. Isso era apenas para fazer bonito para os outros verem (Judas queria roubar o dinheiro).  Ele queria pousar de bom moço.  Seu desejo era levar vantagem pessoal e obter reconhecimento humano em vez de fazer o melhor aos olhos d Deus

 

  1. O coração que honra

 

Aquela mulher não queria ser vista por ninguém. Muito pelo contrário, ela era vitima de preconceito, Era discriminada como sendo mais pecadora que as demais pessoas. O Desejo dela era exclusivamente honrar a Jesus. Fazer com que ele sentisse sua gratidão. Esse é o verdadeiro louvor a verdadeira adoração e verdadeira honra, ou seja, a honra que vem de um coração sincero e quebrantado.

Não foi o valor do perfume que agradou a Jesus, foi a atitude sincera que ela expressou: Além do perfume ela ainda estava lavando-lhe os pés com as lagrimas e lhes enxugando com os cabelos.  Isso mostrava um sentimento imenso de amor e gratidão.

  1. Jesus sentiu-se verdadeiramente honrado

 

Jesus disse a Simão, que ele nada lhe tinha feito das honras típicas que se devem dar a um hóspede. Mas, que aquela mulher, lhe lavou os pés com as lagrimas e lhe enxugava com os cabelos.

Simão era um homem importante, e Jesus não se sentiu honrado pelo fato de estar jantando em sua casa. Mas sentiu-se honrado com o empenho daquele coração, em dar-lhe toda honra possível.

Conclusão

Deus honra aqueles que lhe honram: “Em verdade vos digo: onde for pregado em todo o mundo o evangelho, será também contado o que ela fez, para memória sua.”

O Senhor quis que ela servisse de exemplo para nós! Exemplo de adoração e honra sincera.  Como nós temos honrado a Deus? Com o nosso coração ou apenas com aparência? Nosso cristianismo tem sido fazer aquilo que os outros vêem e nos dá vantagens pessoais ou tem sido o desejo sincero de estar perto de Jesus e poder dizer a ele o quanto você o ama e agradecer todo o bem que ele lhe tem feito?

Pr. Francisco Belvedere Neto

“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos.”

 (Mateus 28.18-20)

  • Estas palavras foram dirigidas aos discípulos por Jesus pouco antes que Ele fosse elevado aos Céus e se assentasse à destra do Pai.

  • A Bíblia afirma que, além dos apóstolos, mais de 500 pessoas viram Jesus depois de ressurreto e que o Espírito do Senhor foi concedido a todos os que creram.

  • Portanto, este chamado não se dirigiu especificamente a um ou a outro discípulo, mas a toda a Igreja de Cristo.

“Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a Palavra.”

(Atos 8:4)

  • Nós somos a Igreja do Senhor hoje, embaixadores de Cristo nesta terra, e, portanto, temos parte nesta missão.

Diante desta realidade, nossa responsabilidade neste chamado nos leva a olharmos com mais atenção para o evangelismo em nossa Igreja e a considerarmos sobre nossa caminhada como discípulos do Senhor........PARA CONHECER MAIS SOBRE A MISSÃO DA IGREJA DE CRISTO CLIQUE NAS FOTOS ABAIXO.