Discipulado

Download Estudo 534.docx 

Download Estudo 534.pdf

534-ESPERANÇA

20/01/2019 à 27/01/2019

 

Quebra-gelo: O que é esperança para você? O que você espera de 2019?

Texto Bíblico: Isaías 40:31 e Salmo 71:5-6

Introdução: Nosso ano está começando, e junto com ele começam novas expectativas, novos propósitos e isso traz esperança.

Quantas coisas vivemos o ano passado que nos cansou, desanimou e as vezes tirou a nossa esperança. O profeta Isaías declara que quando esperamos em Deus renovamos a nossa força. E quantos de nós precisamos ter nossa força renovada? O profeta fala que teremos asas como de águias. A águia quando está voando ela não fica batendo as asas e aproveita o caminho do vento e por isso não se cansa.

 

Desenvolvimento:

1-Esperar é não viver na agitação: Quando olhamos para a águia temos uma impressão que ela está parada, quando na verdade ela está aproveitando o fluir do vento. Esperar as vezes é nãos fazer nada, mas se mover na direção do Espírito Santo.

2-Esperar é não tomar decisões precipitadas.

3-Esperar é não desistir de algo, até a efetuação de um evento que se tem por certo.

4-Esperar é se preparar: O Senhor já preparou o nosso ano de 2019, então precisamos passar muito tempo com Ele, para que sejamos preparados para o que o Senhor preparou para nós.

Conclusão: Você precisa ter sua esperança renovada? Precisa sossegar para aprender a descansar? Então vamos orar!

"Pois tu és a minha esperança, Senhor Deus, a minha confiança desde a minha mocidade. Em ti me tenho apoiado desde o meu nascimento; do ventre materno tu me tiraste, tu és o motivo para os meus louvores constantemente" Sl 71:5-6

Tenha um ESPERANÇOSO 2019

Por: Débora Ap Santana Silvestre.

Download Estudo 533.docx 

Download Estudo 533.pdf

533-RAÍZES FIRMES

02/12/2018 à 08/12/2018

Quebra-gelo: Qual é a sua raiz? Onde você nasceu? Texto: Salmo 1:13 Introdução: Todos nós temos uma raiz, uma história singular de vida. E como filhos e filhas de Deus não é diferente, precisamos ter uma raiz, uma história de vida com Deus. Várias vezes ouvi pessoas me chamando de “radical” e há princípio não gostava muito, mas depois que descobri que a palavra radical significa “aquele que tem raiz” eu mesmo comecei a dizer que sou radical. Vivemos muitas coisas na caminhada da nossa vida e para permanecermos firmes, constantes precisamos ter raiz. O salmista diz “Bem-aventurado o homem que não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor...Ele é como árvore plantada  junto a corrente de águas...”. Temos várias pessoas na nossa vida, conversas e orientações diversas, mas a nossa segurança está em termos raízes firmes que se nutrem da água do ribeiro para gerar vida. Desenvolvimento: Devemos criar raízes arraigados na Palavra 1-As raízes não são vistas: É preciso separa alguns momentos para ficar a sós “em secreto” com Deus, a fim de mergulhar na Palavra de Deus, o ribeiro, as águas, para crescermos como árvores sadias. 2-As raízes são para se aprofundar: Peça para o Espírito Santo colocar o desejo de você se aprofundar na Palavra de Deus. 3-As raízes são para armazenamento: Ao desenvolver o hábito de meditar na Palavra de Deus, você encontrará um enorme e profundo reservatório de força e de esperança divina, produzido e guardado para os momentos difíceis. 4-As raízes servem para apoio: Você quer permanecer forte no Senhor? Quer permanecer firme  contra as pressões da vida? O cuidado rotineiro de suas raízes pela exposição à Palavra de Deus vai te transformar em uma pessoa de resistência extraordinária.   Conclusão: Pessoas enraizadas na Palavra de Deus dá fruto, suas folhagens são verdes e será bem-sucedido (Sl 1:3). Você deseja ter raízes firmes? Está disposto(a) a firmar um compromisso com Deus? Então vamos orar Por: Debora Apª Santana Silvestre   Avisos: -O Concílio que estava marcado para o dia 02/12, foi transferido para o dia 09/12. Lembrando que concílio não é um convite para nós membros da igreja, mas sim uma convocação. -Férias (das reuniões semanais) de GE do dia 22/12/2018 à 20/01/2018. Quem precisar antecipar lembre que o intervalo é de apenas um mês para o GE.

[Download Estudo 532.docx]

[Download Estudo 532.pdf]

Peça que o Pai ouve!

  Quebra – Gelo: Você se crê que é ouvindo(a) por Deus? Texto Bíblico: 1 João 5.14-15   Introdução  

Esse texto Bíblico nos apresenta um Deus que ouve a atende seus filhos.  “Esta é a confiança...” Podemos confiar que Deus está nos ouvindo e ele nos ouve, é que porque tem disposição em atender.  Isaías 59:1  Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir.

Muitas vezes não recebemos o que esperamos de Deus simplesmente porque não pedimos. (Tiago 4.2)

 João nos mostra a oração como um canal que temos com Deus para ir até ele buscar aquilo que temos necessidade. A passagem que lemos nos revela algumas coisas sobre oração:

  1. A vontade de Deus é o fator decisivo

 

A oração não é uma forma de impor nossa vontade à Deus! Não é uma forma de dobrar a vontade de Deus à nossa.  Ela é um meio  que a vontade de Deus prevaleça em todas as coisas e situações ( Assim na terra como no Céu...Mt.6.10), uma das possíveis traduções para essa expressão “vontade”, tem a ver com se agradar, desejar, ter prazer. Ou seja, precisa ser um pedido que tenha a aceitação de Deus.  Quando apresentamos um pedido á Deus, sendo semelhante a alguém apresenta uma causa a um juiz. Ele recebe nossa petição e julga. Deus avalia cada um de nossos pedidos.

Portanto, ao orarmos, estamos clamando para que aquilo que é do desejo, aquilo que é da preferência de Deus prevaleça. Quando Deus resolve atender um pedido nosso, tal coisa passa a ser a execução da sua vontade para tal situação, pois é Deus e não nós quem vai fazer tal obra.

 

  1. Deus nos ouve

Ouvir é dar atenção e se ele nos dá atenção?...estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito. (v.15) Isso é uma promessa, uma garantia da Palavra de Deus quanto à oração.

Quando Deus ouve (no sentido de dar atenção, pois o Senhor sabe tudo e ouve tudo), ele atende. Mas, existem alguns obstáculo que a Palavra de Deus nos diz que são obstáculos para a oração ser ouvida.

 

  1. Empecilhos a resposta das nossas orações

 

Quais são então os empecilhos para que a resposta de Deus chege até nós? Vejamos o que a bíblia diz:

  • Pecados não confessados: 59.2 Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. O Pecado impede nossa comunhão com Deus, como conseqüência nossas orações não tem efeito
  • Pedir mal: Tg 4.3 pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres. Se Deus julgar que pedimos algo que aos seus olhos é mal ele não nos dará.
  • Falta de fé: Jesus sempre indagou a fé daqueles que buscaram seu auxílio,ou destacou a fé daqueles que foram por ele atendidos. A fé é condição para ser atendido. “se creres, verás a glória de Deus (Jo. 11.40)

 

 

 

 

 

Conclusão

 

Deus leva nossos pedidos a sério. Se não fosse assim a Bíblia não diria: “Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.”A oração é uma demonstração de submissão à Deus. Não é o meio pelo qual fazemos nossa vontade prevalecer no céu, mas é o meio pelo qual a vontade de Deus no prevalece na Terra.

Só existe uma maneira de sabermos se Deus vai ou não concordar com nossa oraçã,  e é orando! Mas devemos ter sempre a plena confiança, que Se nossa vontade não se chocar com a dele, com certeza seremos atendidos. Nessa fé somos convidados e estimulados a orar, e vamos fazer isso agora!

Pr. Francisco Belvedere Neto

Download Estudo 531.docx   Download Estudo 531.pdf

 

531 - O TEMOR E A REVERÊNCIA A DEUS PAI E SENHOR

18/11/2018 à 24/11/2018

Quebra gelo: Será que temos noção da grandeza, poder e amor de Deus?

Texto Bíblico: A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais Ele dará a conhecer a Sua aliança. Salmo 25:14

Temor: Um profundo respeito por Deus, é querer agradá-Lo. Mas não é só isso, o santo temor dá a Deus o lugar de glória, honra, reverência, ações de graça, louvor e destaque que Ele merece.

Reverência: Veneração pelo que se considera sagrado, respeito profundo, consideração.

INTRODUÇÃO: Quem em todo universo pode se comparar ao Senhor? Deus é o criador de todas as coisas. Ele é o Deus Santo, perfeito e Todo Poderoso. E é para ser reverenciado por todos. Mas a igreja, que somos nós, está cercada por uma cultura centrada no homem. Muitas vezes quando as pessoas dizem: Deus é meu amigo. Ele entende o meu coração. É verdade que Deus entende o nosso coração, ainda mais completamente do que nós mesmos. Mas em geral, esse comentário é feito para justificar a desobediência e a desonra a Deus. Nas escrituras, o único povo a quem Deus chama amigo, são aqueles que tremem diante da Sua palavra e da Sua presença. Deus é o nosso Senhor. Também muitos reconhecem Jesus como salvador, curador e libertador, mas Jesus nunca foi o Senhor das suas vidas. Elas amam Jesus, mas não tem o temor. Com seus lábios reconhecem o seu senhorio, mas não se submetem a autoridade de Jesus Cristo e

DESENVOLVIMENTO:

1 - GRANDEZA DE DEUS – Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra de suas mãos. (Salmo 19:1). Se fizermos uma reflexão sobre a imensa extensão do universo, teremos um vislumbre da ilimitada glória e grandeza de Deus. A bíblia declara que Deus pode medir o universo com palmos. (Isaías 40:12). Este Deus tremendo e poderoso, vem até um pequeno planeta que não passa de um pontinho chamado terra e transforma o que parece ser um pequeno e insignificante pontinho de poeira no corpo de um homem e se volta totalmente para este ser chamado homem, derramando todo seu amor e cuidado sobre este homem. Quanto maior for a nossa compreensão da grandeza de Deus, maior será a nossa reverência e temor a Ele.

2 – DEUS É NOSSO PAI E SENHOR – Através de Jesus, pelo novo nascimento nos tornamos filhos de Deus, mas isso não invalida a Sua posição como Juiz de toda a carne. O Senhor julgará a toda a carne (Hb 10:30). Imagine um rei terreno com esposa, filhos e filhas. No palácio, ele é marido e pai. Mas na sala do trono, ele é rei e deve ser reverenciado como tal até pela sua esposa e filhos. Há momentos em que podemos desfrutar da intimidade do Pai no seus braços, conversar, mas há outros em que devemos honrar, reverenciar e adorar ao nosso Deus, que é Rei e o Senhor de toda a terra.

3 – FILHOS EGOÍSTAS – Precisamos cuidar para não nos tornarmos filhos egoístas e pensarmos que o desejo de Deus é nos dar o que queremos na hora que queremos, isso estimula uma obediência de vida curta e vazia, com desrespeito a autoridade de Deus, e de ficarmos facilmente ofendidos quando não formos atendidos em nossas necessidades. É fácil ter uma atitude de irreverência quando vamos ao Senhor pelo que Ele pode fazer por nós ou nos dar. É um relacionamento baseado em bênçãos e acontecimentos. E se não é do nosso jeito, ficamos decepcionados e, como filhos mimados, o nosso respeito se vai. Quando o Senhor é reverenciado, a Sua presença se manifesta, e onde a Sua presença se manifesta, as necessidades são atendidas. “Temei o Senhor, vós os seus santos, pois nada falta aos que o temem”. Salmo 34:9

4 – REVERÊNCIA A DEUS – Nosso Deus é santo, poderoso e digno de todo louvor, toda glória e reverência. Você acha que o Rei dos reis e Senhor dos senhores virá se manifestar em um lugar onde não lhe é dada a devida honra? O Senhor perguntou ao seu povo: “vocês me chama Senhor, mas onde está a minha honra e reverência?” Ele não era respeitado e não recebia o melhor, enquanto o povo retinha o melhor para si. (Malaquias 1:6-8). Hoje essa falta de reverência está nas nossas atitudes quando estamos na igreja, no tempo de louvor e adoração e ministração da palavra de Deus, que não damos a honra devida quando o Senhor está falando ou no nosso dia a dia, quando o Senhor não é o primeiro em nossas vidas.

CONCLUSÃO: Como tem sido o seu relacionamento com Deus? Ele tem sido o seu Senhor? Você tem dado a Ele honra, glória e reverência? Vamos orar.

Fonte: Livro O temor do Senhor, do autor John Bevere

Por: Claudete Martins Valério

Maringá, 05 de Janeiro de 2017

Olá Discipuladores abençoados...

Para que possamos caminhar com oração, jejum, organização e impossíveis de Deus nesse novo ano, quero pedir para você anotar na sua agenda essas datas e orientações. Por favor guarde com temor e amor esse comunicado. E já esteja colocando todas essas datas tão importantes nas mãos de Deus, para que possamos em tudo estar no centro da vontade do Senhor.

-23 de Janeiro: Os GEs voltam a se reunir

-04 de Fevereiro: Relógio de Oração

-04 de Fevereiro: Encontro de Discipuladores às 20h no templo. Alguns discipuladores e discipuladoras faltaram bastante no nosso encontro, lembre-se que quando você aceitou o chamado de Deus para sua vida, você aceitou TUDO o que envolve esse chamado (muita oração e jejum, encontros, GEs, GDs, leitura de livros para capacitação etc). Deus é fiel e essa característica Dele precisa estar cada vez mais impressa em nossas vidas. E como eu disse “alguns”... Louvo e admiro a fidelidade da maioria e sempre falo isso pessoal, falo nos nossos Encontros e GDs. Para que o IMPOSSÍVEL de Deus aconteça, para que alcancemos as PROMESSAS do Senhor precisamos ser fiel no que nos é possível! Amém?

-05 de Fevereiro: As Classes de Discipuladores e classes de Discipuladores Kids voltam a ter aula

-06 de Fevereiro: Nessa semana os GDs voltam a se reunirem

-23 à 25 de Março: Reencontro (para quem já terminou a Classe de Discipuladores, ou pelo menos terminou o módulo Caráter Cristão)

-02 à 04 de Junho: Encontro com Deus

-30 de Junho à 02 de Julho: Congresso de Discipulado (somente para Discipuladores)

-04 à 06 de Agosto: Encontro de Nível 1 (somente para Discipualdores, lembrando que para participar desse encontro precisa ter feito o Reencotro)

-15 à 17 de Setembro: Encontro com Deus Kids

-10 à 12 de Novembro: Encontro com Deus

Obs: Discipuladores e Discipuladoras atualizem seus cadastros na secretaria da igreja (endereço, telefone, celular, email, dia de reunião de GE e GD). Lembrando que a Edna está na secretaria somente no período da tarde nesse mês de janeiro.

Com muito amor por cada um de vocês...

Pra. Debora

Obs: Dos dias 18/12/2016 à 21/12/2016, vamos der um intervalo para as reuniões semanais de GE. Lembrando sempre que discipulado, não é reunião semanal mas sim relacionamento.

Download Aviso - Imprimir.docx

Download Aviso - Imprimir.pdf

01/11/2015

DISCIPULADO – ORAÇÃO, AMOR E CUIDADO

Temos claro o chamado. Sabemos o que Deus quer para nós. Então precisamos todos os dias cuidar da nossa CONSAGRAÇÃO, porque isso é oração, amor e cuidado.

1-Vencer o pecado (Tiago 4.17): Se você foi chamada para livrar o mundo das mãos de Satanás, não se envolva com as coisas criadas por Satanás. Gostamos de usar a graça para perdoar pecados. Mas a graça existe para nos ajudar a vencer o pecado. Todo mundo vai... Mas você não é todo mundo. Você não é do mundo. Você é LUZ do mundo e SAL da terra.

2-Não encobrir o pecado (Juízes 14:9): Sansão cobriu o seu pecado, ele esconde a origem do mel. Prestação de contas é fundamental. Leva a graça de Deus a sério se afastando do pecado! Leve a graça de Deus a sério não encobrindo o pecado! Leve a graça a sério não se envolvendo com coisas erradas!

3-Cuidado com as brincadeiras (Juízes 14:12-14; 16:7; 16:11; 16:13): Sansão estava fazendo piadinhas com o pecado dele. Não leve as coisas de Deus na brincadeira. Não se brinca com aquilo é espiritual com aquilo que é sagrado. Valorize a graça.

Com amor que vem do coração de Deus para o meu coração por você...

Pra. Debora

“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos.”

 (Mateus 28.18-20)

  • Estas palavras foram dirigidas aos discípulos por Jesus pouco antes que Ele fosse elevado aos Céus e se assentasse à destra do Pai.

  • A Bíblia afirma que, além dos apóstolos, mais de 500 pessoas viram Jesus depois de ressurreto e que o Espírito do Senhor foi concedido a todos os que creram.

  • Portanto, este chamado não se dirigiu especificamente a um ou a outro discípulo, mas a toda a Igreja de Cristo.

“Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a Palavra.”

(Atos 8:4)

  • Nós somos a Igreja do Senhor hoje, embaixadores de Cristo nesta terra, e, portanto, temos parte nesta missão.

Diante desta realidade, nossa responsabilidade neste chamado nos leva a olharmos com mais atenção para o evangelismo em nossa Igreja e a considerarmos sobre nossa caminhada como discípulos do Senhor........PARA CONHECER MAIS SOBRE A MISSÃO DA IGREJA DE CRISTO CLIQUE NAS FOTOS ABAIXO.